As Cinco Hortaliças Mais Fáceis Para Se Cultivar Em Casa

Home / Horta / As Cinco Hortaliças Mais Fáceis Para Se Cultivar Em Casa

As Cinco Hortaliças mais fáceis para Se Cultivar Em Casa.

Quer começar uma horta em casa, mas não sabe qual hortaliça plantar? Estas cinco espécies à prova de iniciantes irão te dar o gostinho do que é cultivar seu próprio alimento!

As Cinco Hortaliças Mais Fáceis

Para Se Cultivar Em Casa

Como você já deve saber, não é preciso ser um especialista em agronomia para se plantar uma horta em casa. Mesmo sem experiência e um mínimo de preparo, estas cinco hortaliças de fácil cultivo vão garantir alimentos frescos em sua mesa!

Olha só, eu mesmo plantei uma boa parte desta lista no meu primeiro ano como jardineiro. Embora algumas destas hortaliças possam ocupar mais espaço que outras, uma delas certamente irá se desenvolver bem em sua casa.

E então? Preparado? Vamos à lista!

1 - Manjericão

Apesar do porte pequeno, essa plantinha de aroma inconfundível é dura na queda. Acredite, falo por experiência própria!

Minha estreia na jardinagem foi com o manjericão, também conhecido nas terras gringas como o “rei das ervas”. Mesmo com os mal tratos não-intencionais, eu estava colhendo suas deliciosas folhas após dois meses de cultivo!

As folhas de manjericão são usadas tanto como tempero como decoração de pratos, em especial, na cozinha italiana; você deve conhecer seu sabor característico na pizza marguerita ou no tradicional molho pesto genovês. Além disso, elas exalam um delicioso aroma e caem muito bem em uma salada a base de tomate com queijo e azeite de oliva.

Como Cultivar Manjericão

O manjericão é uma planta de verão. Por isso, comece a partir das sementes já na metade da primavera.

No cultivo, utilize substrato adubado para hortaliças (terra vegetal adubada) em um vaso de pelo menos 15cm de profundidade. Se você estiver sem vaso disponível, uma garrafa PET de 2L (com a furação apropriada) faz o trabalho.

Depois, lembre-se de mantê-lo num espaço onde a planta tenha acesso ao sol por cerca de quatro horas ao dia.

Assim como a maioria das ervas, o manjericão também gosta da terra úmida. Por isso, faça regas completas quando a terra estiver seca a alguns centimetros de profundidade.

Como Colher Manjericão

As folhas do manjericão brotam em pares a partir do topo do caule e da intersecção com os galhos. Quando você for colher, não caia na tentação de arrancar folha por folha.

A melhor maneira de colher manjericão é cortar o caule logo acima de um par de folhas. Eu sei que parece estranho, mas se você fizer esse corte, dois novos pares de folhas crescerão para substituir aquele que foi removido.

Dessa forma, você estará estimulando sua planta a desenvolver mais folhagem. Além de duplicar sua produção, o seu pé de manjericão ficará com mais volume e um aspecto vistoso de arbusto!

Em um certo momento do seu cultivo, o manjericão irá parar de gerar novas folhas para concentrar energia na produção de flores. Corte fora os brotos assim que você os identificar. Dessa forma, você manterá sua planta produzindo folhas para sua colheita.

Cuidado Com As Lagartas

O problema mais comum ao manjericão são lagartas. Borboletas são atraídas pelo aroma forte da erva e depositam seus ovos quase invisíveis em suas folhas. Quando você menos espera, as folhas do seu manjericão estarão com buracos e mordidas.

As lagartas se escondem na parte côncava das folhas, e são difícil de encontrar, especialmente se elas forem da cor verde. Assim que você perceber folhas comidas, procure por lagartas através dos rastros de seus excrementos.

Cate as lagartas assim que avista-las. Quando deixadas sem supervisão, as elas podem acabar com um pé em questão de poucos dias!

2 - Tomate

O tomate são os Beatles da horticultura. Todo o mundo conhece, todo o mundo planta e todo o mundo consome. Por isso, uma horta não está completa sem um pé de tomate!

O tomateiro é uma planta vigorosa, de crescimento (quase) garantido. Se você não sabe qual hortaliça plantar, aí está uma forte candidata. Porém, para se ter uma boa produção, é preciso conhecer alguns cuidados.

tomate em vaso

Como Cultivar Tomate Em Vaso

O tomate é uma hortaliça de verão e sendo assim, se dá melhor em climas quentes. Para plantar em vaso, é sempre recomendado espécies menores, como o tomate cereja ou o tomate uva.

O tomateiro é muito exigente em terra e adubo. Você precisará de um vaso grande – acima de 12 litros de capacidade – para acomodar sua planta. Plante três ou quatro sementes e quando as mudas estiverem crescendo, corte as menores, deixando o vaso com apenas uma.

Por ser uma videira, seu caule não tem força e precisa de apoio para sustentar o peso da planta. Instale algumas hastes ao redor da muda para lhe dar suporte durante seu crescimento.

Colheita do Tomate

Diferente do manjericão, estamos interessados nos frutos do tomateiro, e não em suas folhas. Porém, o tomateiro só dá frutos, se suas flores forem polinizadas.

A polinização ocorre naturalmente, pelo vento ou pela ação de agentes polinizadores (abelhas, pássaros, etc). Se a sua planta não está em um local ventilado, ou não recebe visitas frequentes, você precisará dar uma mãozinha à natureza com uma leve chacoalhada em seus galhos. Faça isso todos os dias quando as flores começarem a aparecer.

Mantenha a terra úmida e bem adubada com cálcio (Casca de ovos ou calcário) e fósforo (esterco bovino ou de galinha) e você terá frutos saudáveis e mais saborosos por mais tempo.

Assim como o manjericão, o tomate também gera folhas na intersecção dos galhos com o caule). Quando estas folhas começarem a surgir, arranque-as cuidadosamente com as mãos. Esta energia que seria usada na nova folha será revertida para a produção de frutos.

Cuidados Com O Tomateiro

Os problemas comuns aos tomates cultivados em vaso são relacionados à carência de nutrientes. Por isso, você precisará manter o vaso bem adubado durante o crescimento, floração e frutos da planta.

Os adubos mais indicados são aqueles com maior concentração de fósforo, potássio e cálcio.

O calor excessivo também pode causar rachaduras nos tomates. Proteja a planta de altas temperaturas movendo o vaso quando apropriado.

3 - Verduras

Alface, espinafre, rúcula e outras hortaliças de folhagens crescem rápido e em pouco tempo estão prontas para a colheita. Se você quer um resultado rápido e não sabe qual hortaliça plantar, as verduras podem ser a escolha certa!

São essenciais em qualquer salada e vão bem com aquele sanduíche tradicional de queijo e hambúrguer. Além disso, são ingredientes principais nos populares e dietéticos “green smoothies”.

alface em vaso

Como Cultivar Verduras Em Apartamento

Verduras podem ser cultivadas tanto no verão quanto no inverno, a depender da espécie escolhida. Sol é essencial, mesmo àquelas espécies de inverno: para um crescimento ótimo, deixe que elas tomem um banho de sol por no mínimo 4 horas por dia.

Você pode plantar folhagens em vasos médios, ou até mesmo em garrafas PET. Use um substrato adubado para dar aquele impulso inicial à muda. Adube com fertilizante rico em nitrogênio (humus de minhoca, esterco de galinha, etc) para estimular o crescimento de folhas saudáveis e suculentas.

Na hora de regar, evite banhar as folhas para diminuir a chance de contágio de fungos e outras doenças.

Você não precisa adubar o vaso depois de plantar, mas poderá ter folhas maiores se usar um pouco de fertilizante de rápida absorção diluído em água durante o crescimento da muda (siga as instruções do produto para saber a frequência).

Colheita de Verduras

A colheita poderá ser feita em cerca de dois meses depois do plantio e antes das plantas começarem a gerar flores.

Uma vez que as flores começarem a nascer, as folhas de algumas espécies (alface é o exemplo mais comum) ficam com um gosto amargo e nem de longe lembram o sabor delicioso de quando estão no ponto certo de colheita.

Você pode colher a planta inteira de uma vez ou retirar as folhas uma a uma, de fora para dentro, quando desejar.

Cuidados No Plantio De Verduras

Os problemas mais comuns em folhagens são doenças e visitantes indesejados.

Quando você observar algum sinal de doença nas folhas de sua planta, corte fora as partes infectadas e isole o vaso enquanto o problema é resolvido. Se for o caso de intrusos, cate-os fora ou use um sabão inseticida para eliminar a praga.

4 - Pimentas

Pimentão, paprica, pimenta vermelha e outras variedades são produzidos por plantas vigorosas que irão crescer até mesmo nas mãos de um jardineiro inexperiente.

O segredo em qual hortaliça plantar está na escolha da variedade que melhor se adequa ao seu clima.

pimenta malagueta em vaso

Como Cultivar Pimenta Em Apartamento

Pimentas e Pimentões sao plantas que apreciam o calor e a luz do sol durante toda a fase de crescimento, preferindo temperaturas acima de 20 graus celsius.

Para plantar um pé de pimentão e suas variantes em seu apartamento, você precisará de um vaso grande, acima de dez, com cerca de 25cm de profundidade para comportar o crescimento das raízes. Já as pimentas para tempero podem ser plantadas em vasos mais rasos.

Assim como o tomateiro, as flores do pé de pimenta são auto polináveis. Você pode dar uma ajudinha chacoalhando levemente os galhos da sua planta ou usando um pincel leve nas flores para fazer a polinização direta.

Se você plantar pimentão, perceberá que a planta tende a cair para os lados com o peso dos frutos. Por isso, instale hastes para segurar o caule e evitar que as pimentas caiam sobre o substrato.

Problemas Comuns Ao Cultivo De Pimentas

O pé de pimentão é muito exigente quanto à adubagem. Diferentemente das outras verduras, o que consumimos do pé de pimentão é o fruto, e para gerá-lo, a planta precisa, além de muito sol e muita água, de uma grande quantidade de nutrientes.

Garanta o acesso a esses nutrientes, em especial cálcio e potássio, com um bom substrato inicial e adubagens regulares.

5 - Feijão-Vagem

Cultivar feijão é tão fácil, que ele costuma ser usado como experiência na aula de ciências do ensino fundamental!

Com o feijão-vagem não é diferente. Coloque-o num vaso cheio de substrato e é quase certo dele crescer!

O feijão-vagem, feijão verde, ou simplesmente vagem, é rico em proteínas e largamente usado na cozinha brasileira.

feijão vagem em vaso

Como Cultivar Feijão-Vagem Em Casa

O feijão-vagem não sobrevive no inverno, mas cresce bem quando a temperatura está acima de 15ºC.

Para cultivar em casa, como sempre, aconselho as espécies rasteiras, que possuem porte menor; algumas variedades de feijão-vagem podem facilmente ultrapassar 2 metros!

Faça a semeadura direto no vaso definitivo. Você pode usar um vaso médio para isso, ou partir para um vaso maior e plantar duas ou três mudas para aumentar sua produção. De todo modo, utilize substrato para vegetais bem adubado e mantenha-o sempre úmido durante todo o período de cultivo.

A planta deve receber sol direto por no mínimo 4 horas diárias. Quando suas flores desabrocharem, dê aquela chacoalhada diária para ajudar na polinização.

Assim como o tomateiro, a planta do feijão-vagem é uma videira. Embora as espécies rasteiras não necessariamente precisem de apoio para crescer, muitas pessoas instalam hastes para evitar que as vagens toquem o solo.

Quando Colher O Feijão-Vagem

O ponto ideal de colheita é quando as vagens estiverem desenvolvidas, mas ainda imaturas. Se passarem do ponto de colheita, elas se tornam fibrosas, duras e perdem o seu apelo gustativo.

Qual hortaliça plantar?

Aí está. Cinco tipos de hortaliças fáceis de plantar, para você começar a sua horta sem medo de ser feliz. Escolha a sua favorita e mãos à obra!

Você conhece alguma outra hortaliça fácil de cultivar que você recomendaria para iniciantes? Compartilhe com a gente nos comentários!

Mostre aos seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *